Mas eu nunca meditei. É muito difícil?

Assim Cintia, uma moça de juba incendiária, compartilha a experiência de meditadora dela e responde a pergunta de muitas pessoas que querem começar a meditar mas indagam: Mas eu nunca meditei. É muito difícil?

Começar a meditar é muito fácil. Arranje um relógio e coloque-o na sua frente, mas não ligue o alarme, confie na sua mente. Sente-se confortavelmente, mas não se encoste, mantenha as costas eretas (o corpo fala!). Pode ser no chão ou em uma cadeira (eu prefiro no chão). O pulo do gato é ter uma almofadinha pequena ou uma toalha dobrada para colocar embaixo do bumbum. Dá equilíbrio e estabilidade, fundamentais para o conforto e a segurança necessários durante a prática. Mãos ficam em uma posição simétrica. Eu coloco em cima dos joelhos. Se você fechar os dedinhos polegar e indicador, melhor ainda (esse é um mudra que propicia a concentração e mantem o prana circulando no corpo). Defina quanto tempo você vai meditar. Eu sugiro começar com 1 minutinho, fácil fácil e faz uma diferença muito perceptível em nosso estado mental. Feche os olhos e preste atenção à sua respiração, à sensação que o ar proporciona ao passar pelas narinas e chegar ao pulmão. Essa é a técnica de meditação tradicional. Veja que é fácil, mesmo em apenas um minuto voltar o pensamento para outras coisas. Não tem nada de incomum nisso. Todo mundo faz isso no início. O lance é ser gentil com sua mente e delicadamente fazê-la retornar à respiração. Gentileza, amigos. Sua mente merece.”

Cabelos de fogo

Fevereiro é o mês em que volto a meditar diariamente.

Tudo começou quando meu chefe resolveu colocar a turma aqui para meditar antes da reunião. Como as reuniões melhoraram depois disso! E aí, em 2012 eu fiz um curso maravilhoso na Ong Baba Ananda sobre meditação. Foram abordadas várias técnicas e diversos aspectos da mente humana e por que a meditação é tão maravilhosa. Acalma, desintoxica de pensamentos ruins, trata ansiedade, é um santo remédio para insônia, emagrece (sim, você começa a comer de maneira conscienciosa e com isso nota que precisa de menos comida para ser feliz!) e a lista se desenrola até o infinito.

Posso dizer que descobri uma das melhores formas de se passar o tempo. Mas, sei lá por que (talvez auto-sabotagem) parei de praticar todo dia. Por isso, estabeleci que iria voltar às práticas diárias e focar nisso durante o mês de fevereiro inteirinho, de modo…

Ver o post original 400 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s